Data Storytelling: o exemplo da campanha do Spotify

Data Storytelling - um conceito muito falado, mas difícil de concretizar para muitas marcas. A ideia é simples - e tal como o nome suger...


Data Storytelling - um conceito muito falado, mas difícil de concretizar para muitas marcas. A ideia é simples - e tal como o nome sugere -, data storytelling é contar uma história através da utilização de data = informação armazenada sobre os utilizadores e os seus comportamentos.
Durante uma entrevista, em 2009, Hal Varian, Chief Economist na Google, partilhou: "A capacidade de pegar em dados - ser capaz de interpretá-los, processá-los, extrair-lhes valor, visualizá-los - e comunicá-los será uma habilidade extremamente importante nas próximas décadas".
Hoje não podíamos estar mais de acordo. E apesar de ser uma técnica ainda pouco explorada, há vários bons exemplos de como usar big data para a criação de storytelling.

O último dos casos é a campanha lançada pelo Spotify, intitulada "Obrigado, 2016. Foi estranho."

A plataforma de streaming de música olhou para os dados recolhidos durante 2016 e, de forma humorística, partilhou algumas curiosidades através de vários outdoors.

Algumas das informações curiosas partilhadas na campanha:

  • "Cara pessoa que tocou a música “Sorry” 42 vezes no Dia dos Namorados, o que é que fizeste?
  • "Cara pessoa do Theater Distric que ouviu a banda sonora da peça Hamilton 5,376 vezes este ano, arranjas bilhetes?"
  • "Caras 3,749 pessoas que ouviram‘It’s the End of the World as We Know It’ no dia da votação do Brexit, aguentem aí."
A campanha será veiculada nos Estado Unidos, no Reino Unido, na França e na Alemanha.

Algum exemplo recente em Portugal para partilhar? Deixem nos comentários.













Ver ainda:
> Apple lança emocionante anúncio de natal;
> Vê o novo anúncio de natal da John Lewis.

Artigos relacionados

0 comentários